www.centraldosleiloes.com.br

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 5ª REGIÃO

05/06/2021
FOTO LOTE DESCRICAO AVALIACAO LANCE INICIAL
001

Lotes 45 (matrícula 42.506), 46 (matrícula 4715) , 47, 48 e 49 (matrícula 5.006) da Quadra P, situados na Avenida Aliomar Baleeiro (Estrada Velha de Ipitanga, 1050, Campinas), Loteamento Granjas Rurais Presidente Vargas, nesta Capital, que totalizam a área de 7.115,63 m2, e suas benfeitorias (galpão com área construída de 2.199,62m2), penhorados conjuntamente, posto que já agrupados fisicamente não são passíveis de cômoda divisão, consoante descrito em trechos de suas respectivas certidões de registro imobiliário, lavradas no Cartório do 2a Ofício do Registro de Imóveis e Hipotecas de Salvador:

Lote 45 – matrícula 42.506, área de terreno com 1.919,38m2(hum mil novecentos e dezenove metros quadrados e trinta e oito decimetros quadrados), inscrito no Censo imobiliário municipal sob o no 012.272, situado na Avenida Aliomar Baleleiro, no 1050( Estrada Velha de Ipitanga), designado como lote de no 45, da Quadra “P”, do Loteamento denominado Granjas Rurais Presidente Vargas, sub distrito de Pirajá, Zona urbana desta Capital, medindo 36,00 m de frente, 80,60m do lado direiro e esquerdo e 10,00m de fundo, limitando-se à frente com a Rodovia que vai para Ipitanga, do lado direito com o lote 44, do esquerdo com o lote 46 e ao fundo com o lote 56, registrado no cartório do 2o Ofício de Registro de Imóveis de Salvador. O imóvel possui um galpão em um dos lados.

Lote 46 – matrícula no 4.715, inscrito no Censo Imobiliário Municipal sob o número 

012.273, medindo 33,00m de frente para a Estrada Velha de Ipitanga, 12,50m de fundo no limite com a Rua “O”, 73,70m do lado direito, onde divisa com o lote no 47; 77,50m do lado esquerdo, onde limita-se com o lote no 45, perfazendo a área total de 1.680,00m2.

Lotes 47, 48 e 49 – matrícula 5.006, inscritos respectivamente no Cadastro Imobiliário Municipal sob os números 012.274, 012.275 e 012.276, com as características e confrontações seguintes: lote 47 – de frente 25,05m, do lado direito 75,30, lado esquerdo 67,00m, de fundo 12,00m, com área de 1.245,00m2, limitando-se à frente com a Rodovia Santo Amaro de Ipitanga, lado direito como o lote de número 46, lado esquerdo com o lote de número 48 e fundo com a Rua “O”; lote 48 – de frente 23,00m, lado direito 58,00m, lado esquerdo 67,00m e fundo 15,00m, com área total de 1.127,00m2, limitando-se à frente com a Rodovia Santo Amaro de Ipitanga, lado esquerdo com o lote de número 47, lado esquerdo com o lote de número 49, funco para a Rua “O”; lote 49 – medindo de frente uma curva, 20,50m, de fundo em curva, 21,00, do lado direito 53,80m e do lado esquerdo 58,00, limitando-se pela frente com a Rodovia para Ipitanga, lado direito com o lote de número 50, lado esquerdo com o lote de número 48, e ao fundo com a Rua “O”. Na referida matrícula está averbada a construção do prédio de no 1.050 da porta e 12.274 de inscrição no Cadastro Imobiliário, destinado a fins industriais, composto de Pavimento térreo, 1o subsolo, 2o subsolo e 1o pavimento superior, a seguir descritos: o pavimento térreo onde funciona a fábrica, sala de manutenção, ferramentaria, almoxarifado e sanitário, tendo a área construída coberta de 1.826,21m2, o 1o subsolo é composto de refeitório, vestiário, sanitário, sendo a área construída coberta de 189,41m2, o 2o subsolo é composto de dormitório e dois sanitários, tendo a área construída de 82,11m2, o 1o pavimento superior onde funciona a Administração é composto de 05 (cinco) salas, tendo dois sanitários, com a área construída coberta de 101,89m2, prédio esse que perfaz a área total de 2.199,62m2.

O imóvel posto à venda por intermédio do presente edital foi avaliado (em 12/10/2020, lotes 46,47,48,49, em 22/04/2019 Lote 45), pelo preço de R$ 12.709.401,98 (12 milhões, setecentos e nove mil, quatrocentos e um reais e noventa e oito centavos), conforme autos de sequência 328 e 179.1, sendo que a venda será realizada pela melhor proposta, se homologada pelo juízo, observados os termos do artigo 18 do Provimento Conjunto GP/CR no 001/2020 deste Regional, garantindo-se ao(s) leiloeiros(s) que intermediarem a venda, o pagamento da comissão, no percentual de 5% (cinco por cento) sobre o preço de venda, a ser paga pelo adquirente, montante este que deverá ser acrescentado ao valor da proposta apresentada, não sendo desta subtraído. O preço mínimo foi fixado em R$ 8.896.581,33 (oito milhões, oitocentos e noventa e seis mil, quinhentos e oitenta e um reais e trinta e três centavos) que corresponde a 70% (setenta por cento) do valor da avaliação, não se admitindo a redução deste valor.

 

- R$ 8.896.581,33